Investigação interna diz que ONU falhou no Sri Lanka

As conclusões preliminares de uma investigação interna à atuação das Nações Unidas (ONU) durante a guerra civil no Sri Lanka indicam que a organização falhou na proteção dos civis, noticia da BBC.

O documento, que ainda não foi tornado público e o que a BBC teve acesso, afirma que “os eventos no Sri Lanka marcam uma falha grave das Nações Unidas” e frisa que a organização deverá “ser capaz de ir ao encontro de padrões muito mais elevados no cumprimento das suas responsabilidades humanitárias e de proteção”.
 
Os funcionários seniores da ONU em Colombo, capital do Sri Lanka, estão entre os visados pela investigação, que os acusa de “não perceberem que a prevenção da morte de civis era responsabilidade sua”. Mas também os responsáveis na sede da organização são referidos no relatório, porque não terem dado indicações em contrário às equipes no país.
 
À BBC, a ONU disse não comentar versões preliminares do relatório, que será publicado quando estiver concluído.
 
Os conflitos no Sri Lanka terminaram em Maio de 2009, após 26 anos de guerra civil, com a derrota dos rebeldes Tigres Tamil pelas forças oficiais do país. De acordo com estimativas da ONU, morreram pelo menos 100 mil pessoas, com uma intensificação do conflito a causar pelo menos 40 mil mortos apenas nos cinco meses finais.
 
Ambas as partes são acusadas pela ONU de crimes de guerra, entre os quais a utilização de civis como escudos humanos.

 

Agradecemos o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s